29 de novembro de 2012

Testemunho oral de Elias Matias sobre António Gonçalves Correia

Elias Matias, Évora … testemunho na Universidade de Évora, Julho de 1985 (introdução e recolha do depoimento – Nuno Severiano Teixeira / Boletim da APH, Nº. 1, 1986) ao tempo com 98 anos, n. 1888 : - "alentejano por nascimento; sapateiro de profissão; Anarquista por ideal" 3ª. classe.

Citação

"Queria demonstrar agora aqui que já no princípio da República havia idealistas, embora não fossem muitos.

O caixeiro – viajante Gonçalves Correia que era de Beja foi o homem que já na República quis implantar em Portugal o princípio da anarquia. Comprou uma propriedade e ali estabeleceu umas comunas para ver como era distribuído e então nessa herdade que ele criou, havia alfaiate, sapateiro e enfim algumas indústrias a trabalhar para a comuna. E quando aquilo estava já em progresso veio o regime de Sidónio Pais que tirou a propriedade e destruiu tudo o que ele tinha feito. Já no tempo da República havia homens com vontade de produzir e mostrar o que era o ideal da Anarquia."


(texto enviado pela Professora Francisca Bicho, a quem manifestamos desde já o nosso profundo agradecimento)

1 comentário:

ольга иванова disse...

Качай музыку на сайте http://top40europaplus.ucoz.ru/